logo completa _ areia.png
 

"Tinha muitos julgamentos acerca de fotografias de partos: achava que seria invasivo ter alguém fotografando aquele momento tão íntimo e sagrado. Imaginava uma presença incômoda, que não se sintonizava com a crueza e a beleza do nascer. No nascimento da minha primeira filha optei por não ter fotógrafa. Mas a verdade é que senti falta de ter imagens que me reconectassem com aquele momento tão profundo e mágico. Na segunda gestação comecei a me abrir para a possibilidade de ter uma fotógrafa no parto. Quando vi o trabalho da Yulli, definida pela minha querida doula Julieta como “uma fotógrafa jovem, mas com um olhar muito poético”, senti que havia encontrado o que procurava. Yulli, sensível, amorosa, discreta, profunda e acolhedora me ajudou a superar meus medos e julgamentos e me entregar a uma linda experiência fotográfica de gestante. E daí para tê-la junto conosco no parto foi um sopro. No meio do furacão de um parto natural, intenso, rápido e inesperado, sua presença era uma brisa, suave e imperceptível. Yulli capturou com poesia a beleza, a força, a potência e o amor da chegada da nossa pequena Maya. São registros que me enchem os olhos de lágrimas e o coração de afeto. Yulli, a você, à querida doula Julieta e a toda a equipe médica (Dr. Tomaz Pinheiro da Costa, Dra. Renata Morato e a Dra. Monica Rodrigues), nossa gratidão. Maya foi recebida nesse mundo como todos os seres deveriam ser, em um parto amoroso, acolhedor, humano, cuidadoso, respeitoso, suave e conectado."

Izabel Trishna