logo completa _ areia.png
 

"Quero começar este texto agradecendo ao Universo pela oportunidade de encontro com você e seu lindo trabalho. 
Na noite em que nos conhecemos - a caminho da minha primeira roda de mulheres - eu havia saído de casa com o desejo de encontrar uma pessoa confiável para registrar meu processo de parto. Me lembro de entrar no carro onde compartilhamos uma carona e as mulheres irem se apresentando e falando suas profissões, e quando você falou do seu trabalho como fotógrafa eu sabia que uma conexão se fazia naquele momento.
Na manhã seguinte durante o café da manhã, em um conversa descontraída, perguntei se você trabalhava com registro de parto e você me disse que só havia feito o de uma amiga próxima, e que gostaria de manifestar esse projeto. 
Passaram-se algumas semanas até que minha barriga cresceu e entrei em contato novamente com você e soube que já havia feito alguns partos desde aquela conversa de café da manhã. 
Meu coração ficou radiante. E tive certeza que seria você à nos acompanhar neste processo.
Programamos então nosso primeiro ensaio com Ravi ainda na barriga, e confesso que não sabia o que esperar, eu nunca havia feito um ensaio antes e estava nervosa, mas ao longo dos registros fomos - eu, meu companheiro e Ravi - fui me deixando ser capturada em essência e foi mágico. 
Passei os dias seguintes namorando aqueles registros e amando cada vez mais aquele estágio da gestação. Me senti mais bonita, mais potente, mais iluminada. 
Algumas semanas depois a bolsa estoura e começamos um dos processos mais lindos e intensos da minha vida. E graças à você e seu trabalho gentil e amoroso eu posso olhar para meu trabalho de parto através dos registros e me conectar com toda a força criadora geradas nos ambientes onde a vida nasce. 
Meu parto não foi como eu havia idealizado, e acabamos precisando passar pela cesariana, que para mim foi um processo de resiliência muito potente. Hoje, 6 meses depois do parto, revisitei o álbum mais uma vez e pude me conectar com aquela mulher forte e potente que foi e é capaz de gerar vida seja parindo um ser, seja gerando criatividade para a cocriação de ensaio fotográfico, seja para parir projetos e tantas outras facetas que o feminino nos permite acessar. 
Termino este texto, agradecendo mais uma vez por manifestar este trabalho grandioso com tanto cuidado e generosidade."

CAROL MAIATO